HISTÓRIA DO BRASIL
ESCOLHA UM TÍTULO

16.02 A CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR

16.02 A CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR

Pernambuco era um Estado bastante povoado e tinha uma elite econômica instruída. A notícia da dissolução da Assembleia Constituinte de 1823 trouxe insatisfação seguida de revolta na região que compreende os Estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

Havia no Estado de Pernambuco uma tradição republicana mal resolvida com a Revolução Pernambucana de 1817. A emancipação não mudou nada na região. Todos os recursos em impostos eram ainda concentrados no Rio de Janeiro. No extremo nordeste do Brasil, a sensação era a de que o centralismo político na capital não traria benefícios para os Estados Nordestinos. Jornais de cunho liberal começaram a divulgar ideias libertárias – A Sentinela da Liberdade de Cipriano Barata, radical defensor do federalismo e Tífis Pernambucano, dirigido por Frei Caneca.

Não bastasse a centralização política e econômica, D. Pedro também indicava os governantes das províncias, o que deixou os Pernambucanos ainda mais revoltados. Foi organizado um movimento republicano, a independência foi proclamada, também com esta a República. A legislação da Colômbia foi copiada. Sabedores de uma reação organizada vinda do Rio de Janeiro, Pernambuco procurou construir uma resistência a partir da União dos Estados partícipes do movimento.

Sem dinheiro para montar um exército, D. Pedro solicitou a ajuda, por mar, do Lorde Cochrane, da Inglaterra. Por terra, brigadeiro Lima e Silva invadiu o Estado e cercou as cidades de Recife e Olinda. A Revolta estava cercada. A repressão foi dura. Pais de Andrade, principal líder do movimento, que inclusive tentou o apoio dos Estados Unidos para a Confederação do Equador, acabou fugindo para os EUA. Outros líderes fugiram, mas Frei Caneca, bem como muitos outros foram executados. Frei Caneca fora condenado à forca, mas nenhum carrasco quis executar a sentença. Um pelotão de fuzilamento foi destacado para tanto.

A Confederação do Equador foi uma revolta republicana, abolicionista, urbana e popular.